Tecnologia do Blogger.

Nosso Twitter!

Comentários Recentes

Parceiros



Seguidores

Total de visualizações

terça-feira, 19 de outubro de 2021

Método Snowflake para planejar a sua obra! (parte 1)

 Planejar sua obra pode ser chato, mas é muito importante para o bom seguimento da história, desenvolvimento de personagens, para manter uma boa ideia de tudo que está acontecendo e irá acontecer. 

Planejamento é essencial. Existem vários métodos de se planejar, e um deles é o criado por Randy Ingermanson, e o tema desta postagem: o método Snowflake ou método floco de neve, em português.

Pois bem, hora de colocar ordem nessas ideias e começar a montar todos esses personagens e tramas em um enredo bem montado! Clique no Leia Mais e vamos nessa!


Mas por que "floco de neve"?

Você deve ter se perguntado isso ao ler o título da postagem. Pois bem, a técnica de Randy é baseada na curva de Kosh, que foi uma grande revolução para a geometria. Porém, como não estamos aqui para falar de números e teorias complicadas, mas sim de técnicas de escrita, vamos tentar explicar resumidamente.

Pense em um floco de neve. É uma forma geométrica, aparentemente complexa, que pode ser formada por formas mais simples. Como no gif abaixo:

Para Randy Ingermanson, escrever segue a mesma lógica: você começa com o básico e a partir daí vai criando e incorporando mais detalhes até sua história, seu foco de neve, completo.

Antes de continuar...

Tenha em mente que este método não vai te ensinar criatividade. Esse método não vai ensinar como superar qualquer bloqueio, mas vai te fazer organizar as cenas de forma que sua história flua de acordo com o desejado.

O método snowflake não é simples. São dez passos, alguns mais fáceis, outros mais difíceis, e pode parecer cansativo para quem já deseja começar a escrever. Além disso, é importante lembrar: o método deve se adaptar a você. Nenhum floco de neve vai te obrigar a seguir o método e todos os passos, faça apenas os passos que você puder/quiser. E, se o método não te agradar, não precisa segui-lo!

E, acima de tudo, não precisa ser perfeito! A etapa do planejamento é justamente para podermos
ajudar a história, podemos refazer etapas ou mudar as coisas em vários momentos.

Botando a mão na massa!

1º passo: defina sua história em uma frase

Pode parecer difícil, mas essa frase vai ser o fio condutor para criar sua obra. Eu sei que todos vocês tem mundos incríveis, cheios de detalhes maravilhosos, mas vamos buscar uma frase que defina a sua trama. Exemplos:

"Órfão descobre que é um bruxo e é levado para uma escola de magia" (Harry Potter e a Pedra Filosofal)

"Jovem é preso em um jogo online com milhares de jogadores e deve vencer todos os chefes" (Sword Art Online: Aincrad)

"Um jovem tem um sonho profético de que iria morrer logo e precisa descobrir uma forma de evitar isso" (A Borboleta na Tormenta)

Parece complicado, mas o próximo passo facilitará as coisas. O essencial aqui é resumir o ponto chave da sua trama de forma objetiva.

2º passo: transforme a frase em um parágrafo

É aqui que criamos uma base. Se já estiver familiarizado com a estrutura dos três atos, adicione-a ao seu resumo. Caso não conheça essa estrutura, confira essa postagem do Vong para aprender sobre ela. Adicione uma frase para cada etapa da estrutura. Exemplo:

Gustavo é um mago que pretende estudar na Academia de Magia do Brasil com sua amiga Isa, filha do monarca do país (introdução). Para entrar na Academia, eles precisarão passar por uma prova física na qual enfrentam outros magos, momento em que Gustavo é obrigado a ser parceiro do animado Mikael, e ambos vencem (ação crescente). Os três entram na Academia e são convidados a participar de um clube de investigação, que recebe a primeira atividade de investigar um mistério aos arredores da escola (clímax). Após a investigação inicial com todos do clube, Gustavo e Isa vão investigar, sozinhos, um dos locais em que encontraram uma pista mais cedo, mas são abordados por um ser encapuzado que fere gravemente Isa (ação decrescente). Isa é salva por pouco, mas afastada de Gustavo, que não pode proteger a amiga em uma situação de risco, se sente culpado e decide, por causa disso, se dedicar a virar um mago mais forte e arruma uma motivação para sua jornada na Academia (resolução).

Como os leitores de Herdeiros puderam perceber, nem todos os detalhes estão presentes nesse parágrafo. É um resumo dos acontecimentos e da trama inicial, que também não relata todos os personagem que aparecem. O parágrafo destaca o foco do arco: a jornada de Gustavo para encontrar sua motivação.

Esse passo é muito importante, faça-o com cuidado e lembre-se que você pode mudá-lo depois se preciso.

3º passo: definindo os personagens

Os personagens são a parte mais importante, portanto, é essencial planejá-los bem. Para isso, comece a fazer um resumo dos personagens recorrentes com os seguintes tópicos:

  • Nome
  • Frase sobre o arco do personagem (igual ao feito para o enredo no primeiro passo)
  • A motivação/desejo do personagem: o que ele quer da vida?
  • O objetivo do personagem: qual a meta dele ou dela? Como ele vai garantir que irá atingir esse objetivo?
  • O(s) conflito(s) para o personagem: o que vai ficar entre ele e o objetivo?
  • O que o personagem vai aprender e o que vai mudar em sua personalidade no decorrer da história?
  • Ao fim: um parágrafo sobre o arco do seu personagem (igual ao feito para o enredo no segundo passado)

4º passo: transforme o parágrafo em uma página

Agora vamos ampliar a estrutura da história. Lembra do segundo passado? Agora precisamos pegar cada frase feita lá e expandi-la em um parágrafo, adicionando mais detalhes sobre a trama.

Não tem problema se passar de uma página, apenas não tente escrever tudo que sobre a história de uma vez. O planejamento deve ser feito aos poucos.

 Uma pausa rápida

Como a postagem já está ficando bem longa, vamos parar por aqui. O método snowflake não foi projetado para ser completado da noite pro dia. O recomendado é ficar trabalhando no planejamento para então escrever. Por isso, não tente apressar o processo. Vá com calma, encontre o seu tempo, o seu caminho. 

Dedique um pouco de cada dia para pensar nisso, sentar e escrever um pouco. Até a próxima postagem, você terá uma boa base para continuar. E, obviamente, não tenha medo de voltar nos primeiros passos e mudar algumas coisas.

Dúvidas, sugestões, observações, os comentários estão sempre abertos! Também temos um servidor no discord para que possam participar, fazer perguntas e falar conosco!

Sendo assim, vejo vocês na próxima postagem!

2 comentários:

  1. Obrigado pela postagem, Tany! Eu tenho um monte de histórias na minha mente, mas não estava conseguindo passá-las pro papel, vou hoje mesmo começar a utilizar essa ferramenta tão boa que você me deu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que auxiliou, Victor! Essa primeira postagem explica as bases que, mesmo que não vá seguir a risca o resto do método, já ajudam bastante a conhecer a própria obra e montar a ideia com mais clareza antes de começar a escrever.
      Fique no aguardo da segunda parte!

      Excluir

Nosso Facebook!

Postagens Populares