Tecnologia do Blogger.

Nosso Twitter!

Comentários Recentes

Parceiros



Seguidores

Total de visualizações

terça-feira, 5 de outubro de 2021

MAIS dicas para escrever cenas de luta

Muitos aqui querem escrever uma história cheia de combate. Lutas dignas de uma animação de alta qualidade, que virará um gif muito compartilhado no futuro. No entanto, antes de ficar pensando em música de fundo, dubladores famosos para seus personagens gritando cenas importantes, os efeitos especiais, é preciso escrever essa cena de luta.

Todo mundo quer escrever o próximo grande shounen de lutinha com quinhentos capítulos que irá dominar a internet, mas poucos realmente conseguem fazer uma cena decente o bastante que não acabe com o leitor dormindo no meio do processo ou fechando o arquivo de tão chato que está.

Se quiser aprender técnicas para melhorar a forma como você pensa nas cenas de luta e trazê-las ao leitor, clique no Leia Mais e vamos nessa!

Se você ainda não leu nossa primeira postagem com dicas para escrever cenas de luta, recomendo que vá nela antes de continuar, acesse a postagem clicando aqui!

A primeira dica importante para uma cena de luta: Focalização


Escolha quem vai narrar a sua luta. De que perspectiva a luta será contada? Mesmo que você não tenha um narrador em primeira pessoa, é importante que sua luta seja passada para o leitor pela perspectiva de um personagem que participa dela. Seja alguém que está lutando. Seja alguém que está observando a luta. Seja alguém envolvido de alguma forma que possa dar um julgamento para tudo o que se passa.

E não, não tente usar a perspectiva de uma câmera ou narrar como você imagina que uma adaptação de animê seria da luta porque... você não está escrevendo um animê. Você está escrevendo uma light novel. Trabalhe com a prosa.

Também não tente ficar variando o foco, porque isso só tornará a luta mais cansativa e confusa para o leitor. Escolha um personagem para narrar o conflito do começo ao fim da cena, de preferência, alguém que o leitor já conheça e esteja acostumado


A segunda dica para uma cena de luta: descrição vai além de golpes


"Ele deu um soco, eu rebati com um chute. Ele deu uma rasteira, não consegui desviar e fui ao chão." 

Parece legal no grande mundo da imaginação do autor ferona, mas... não temos bola de cristal para ver nada disso. Você só está descrevendo o movimento como qualquer um descreveria a grama crescer ou a tinta secar: sem graça alguma.

Adicione vida às suas descrições. Descreva mais do que só socos e chutes. Coloque foco no impacto, use comparações para o leitor imaginar o que está se passando. Mostre o quão forte o soco foi, o que o personagem sentiu ao levar aquele tapa na cara? Como foi o impacto da queda? Quais os sons da luta? As sensações? 


E, claro, também não exagere. Não queremos ficar parágrafos e parágrafos vendo descrições detalhadas de como era o brilho azul piscina escuro que saia da espada do protagonista, não. Seja modesto, lembre-se de que o leitor precisa ficar interessado, e ele com certeza não quer saber todos os detalhes da armadura de ninguém nem quantos quilos exatos tem essa foice que seu personagem edge carrega por aí.


A terceira dica para uma cena de luta: ritmo é pop. 


Já falamos de ritmo narrativo anteriormente, e se você deseja criar cenas dinâmicas e que passem a sensação de movimento frenético, é muito importante ir treinando seu estilo e ritmo para melhor trazer essa sensação.

Dica importante: frases curtas ajudam na sensação de velocidade e são uma boa pedida para descrições de lutas.

Nada de parágrafos de dez linhas formados por uma única frase. Pense no ritmo como a respiração do leitor, é preciso dosá-la bem para ajudar a formar a tensão narrativa para chegar ao clímax da luta e ele poder suspirar aliviado ou aterrorizado com o resultado.


A quarta dica para uma cena de luta: dose o tamanho das suas lutas


Nós podemos ver vinte minutos de luta em um filme ou episódio de animê ou série. Mas não aguentamos vinte páginas de luta sem parar. Conforme as páginas vão indo, a atenção do leitor vai se esvaindo. Não perca a chance de fechar sua cena no momento de mais impacto para melhor satisfazer o leitor e deixá-lo querendo logo a próxima luta.

Também, obviamente, não é para fazer cenas rapidinhas, de meia página e bater o ponto. Não. É preciso encontrar o meio termo ideal. E uma boa forma de saber o quanto sua cena está ficando cansativa é pedir auxílio de mais de um tipo de leitor. Peça que outras pessoas leem e veja o quanto elas pegam as informações cruciais da luta após quantas páginas, perceba em que ponto o interesse na luta começa a sumir e procure evitá-lo.


A quinta dica para uma cena de luta: toda luta deve ser importante


Assim como diálogos, toda cena deve avançar a trama de alguma forma. Seja revelando algo importante dos personagens ou avançando o enredo como um todo. Se sua cena de luta não faz nada disso, qual o sentido dela?

Não queremos ler uma luta só por ler. Podemos querer assistir, mas não ler. Leve isso bastante em consideração. Sua luta deve ter causas, deve ter consequências. E elas devem impactar na história.

E isso é tudo por hoje! Comentários são sempre bem-vindos, dúvidas, sugestões, observações são sempre aceitas! Se desejarem, podem também entrar em nosso servidor do discord para conversar conosco ou demais feronas.

2 comentários:

Nosso Facebook!

Postagens Populares