Tecnologia do Blogger.

Nosso Twitter!

Comentários Recentes

Parceiros



Seguidores

Total de visualizações

terça-feira, 24 de agosto de 2021

Nenhuma novel sobrevive sem um tema: criando temas e mensagens

    

    A ideia é a primeira faísca, responsável por iniciar sua jornada em busca de uma história. O planejamento é a sequência de acontecimentos que aumentam suas chances de dizer o que pretende. E os temas, geralmente esquecidos pelos autores, concedem significado e importância para sua história. Um tema bem desenvolvido é o que separa histórias memoráveis de histórias facilmente esquecíveis

    Nenhuma novel sobrevive sem um tema. Se você não sabe o que são temas, mensagens ou como desenvolver cada um desses aspectos, basta Ler Mais! Afinal, criar uma história tenha significado para os leitores depende apenas de você.



O que são temas (ou como criar significado para sua narrativa)?


    O tema de uma história é o assunto principal que ela explora. Por exemplo, uma novel em que o protagonista se sacrifica pela vida de sua família tem “sacrifício” e “família” como dois de seus temas principais. Pense no tema como aquilo que se repete nos eventos principais da sua narrativa: é aquele elemento que deixa claro o propósito da história. No nosso exemplo anterior, o protagonista podia ter ajudado a reunir uma família disfuncional, vivenciado o sacrifício de uma mãe por seus filhos, ajudado uma criança a se recuperar da morte de seus cuidadores — para, no fim, ele se sacrificar por sua própria família. Em todos esses eventos, “sacrifício” e “família” estavam presentes.

    Porém, enquanto uma história é capaz de possuir mais de um tema, ela dificilmente possuirá mais de uma afirmação temática (ou mensagem). A mensagem de uma história é a opinião ou moral sobre um dos temas tratados por ela, geralmente ficando no subtexto. É aquilo que fica com o leitor quando ele acaba de ler sua história. No nosso exemplo, a mensagem seria algo como “faça o possível para proteger aqueles que ama”. Afinal de contas, não foi isso mesmo que o protagonista fez/viveu?

    É claro que alguns temas acabam se repetindo — e isso é normal. Ódio, esperança, bom contra mau, ciclo da vida e amadurecimento são temas que, vez ou outra, aparecem nas histórias por aí. Entretanto, mais do que se lembrar dos nomes, é importante que você saiba como desenvolver seus temas e suas afirmações temáticas.


Como definir os temas da sua história (ou como planejar melhor o que dizer)


    Primeiramente, olhe para o público-alvo e para o gênero da sua história. Na maioria dos casos, você  terá um tema já ao definir essas características. Por exemplo, escritores de romance falam sobre amor; escritores juvenis falam sobre amadurecimento; escritores de drama falam sobre sentimentos humanos. Porém, alguns temas são mais específicos e estão mais atrelados à sua história do que aos leitores dela. 

    Uma novel de romance com um casal homoafetivo pode explorar o tema da homofobia. Uma novel de mistério em que o protagonista volta no tempo segundos antes de morrer e tenta encontrar seu assassino tem a morte como tema. Uma novel que se propõe a mostrar como um mercenário solitário se tornou o herói de um país pode tratar de redenção. Perceba que, a partir da ideia e planejamento inicias, os temas da história aparecem naturalmente. O problema é que, na maioria dos casos, o autor não percebe isso. Quando você percebe quais são os temas que envolvem a história que você quer contar, fica muito mais fácil criar acontecimentos relevantes que mantenham a atenção do leitor.

    Todavia, é possível fazer o caminho inverso também: em vez de partir de uma ideia para um tema, você pode partir dos temas para as ideias. Por exemplo, você sabe que quer escrever sobre a) o dia-a-dia caótico de uma escola de magia; b) o não-pertencimento; c) amizades improváveis. Com isso em mente, é possível começar a pensar na história de um garoto que acaba entrando em uma escola de magia sem querer e que, agora, precisa lidar com responsabilidades e pessoas esquisitas de um lugar que ele não deveria ter encontrado!

    Apesar de ser possível explorar diversos tópicos em uma única história, eu recomendo que você pense em 2-5 temas importantes. Muitos temas demandam muito mais desenvolvimento e, por isso, muito mais planejamento — por isso, mais do que quantidade, pense na qualidade do que quer contar. Definir os temas logo no início te ajudará a pensar em uma das coisas mais importantes da sua história: suas afirmações temáticas. 



Como desenvolver afirmações temáticas (ou mensagens que perduram)


     Algumas afirmações temáticas são menos gerais e mais específicas, dizendo respeito ao seu universo e ao enredo que planeja. Por exemplo, A Melancolia de Suzumiya Haruhi explora a autenticidade do ser humano (tema) e como as consequências das suas ações, realizadas de acordo com suas vontades, repercutem naqueles a sua volta (afirmação temática). As melhoras afirmações temáticas não são vagas ou universais demais, como "Ame seus amigos" ou "Faça do mundo um lugar melhor". As melhores mensagens são aquelas que conversam com sua história e fazem sua história conversar com seu leitor.

    Boas afirmações temáticas se desenvolvem através das experiências dos seus personagens: da maneira pela qual eles crescem (lembra do tema de amadurecimento?), das pessoas que eles encontram (ou perdem), das experiências fantásticas e mundanas que os unem. Eu não estou dizendo que histórias de terror, mistério ou fantasia não são legais. Classificar histórias é um trabalho importante. Mas quando você pensa em escrever


Não é muito mais empolgante pensar em conhecimentos ocultos que corroem sua mente e existência, em desaparecimentos que salvem pessoas ou em magos que sacrificam tudo o que sabem para proteger aqueles que amam?

   

    Para desenvolver suas afirmações temáticas, pense nos arcos de personagem. Quem são seus personagens no início da história? Quais conflitos eles têm? Como é sua relação com seus pares e com o mundo ao seu redor? Quem eles serão quando a história tiver chegado ao fim? Todas essas perguntas são importantíssimas para que comecemos a pensar sobre as mensagens deixadas pela sua história.

    Uma vez que tenha percebido qual mensagem você deseja deixar, evite ficar martelando-a na cabeça dos leitores o tempo todo. Lugar de mensagem é no subtexto. É na escolha de palavras do diálogo. É no foco da descrição. É nos pequenos detalhes da narrativa. Se você já tem um enredo em mente e seus personagens estão ligados à sua afirmação temática, os leitores perceberão qual mensagem você tem a passar. Gritar que AMIGOS SÃO IMPORTANTES apenas deixa o leitor desmotivado.

    Para te ajudar a definir a afirmação temática da sua história, eu vou fazer diferente do que normalmente faço. Eu vou te mostrar o que uma mensagem não é — e, se você tiver feito alguma dessas coisas, volte na postagem, releia a definição de afirmação temática e volte a pensar nisso.


    Uma boa afirmação temática não é um tema. Ela é uma opinião ou moral que diz respeito ao tema, geralmente estando no subtexto da narrativa.

  • Isso não é uma afirmação temática: Medo.
  • Isso é uma afirmação temática: Existem coisas que não devem ser compreendidas.

     Uma boa afirmação temática não é uma definição. Mensagens não são explicações sobre um tema ou palavra, mas sínteses profundas com relação à sua narrativa.

  • Isso não é uma afirmação temática: Vingança é o ato de causar prejuízo a alguém que te fez sofrer.
  • Isso é uma afirmação temática: O único fim para uma trilha de vinganças é a solidão.

    Uma boa afirmação temática não é compreendida apenas com relação a uma história específica. Mensagens estão mais próximas de mensagens universais que, quando lidas em conjunto com sua história, a concedem um significado maior.

  • Isso não é uma afirmação temática: Midoriya Izuku é um herói gentil que supera todos os obstáculos.
  • Isso é uma afirmação temática: Heróis são todos aqueles que estendem a mão para quem mais precisa.


Se agora você consegue definir mais claramente os temas e afirmações temáticas, então você está mais próximo de desenvolver uma história cativante que permanecerá com as pessoas mesmo depois que a última página tenha sido lida. Aliás, aproveita e me conta aí nos comentários: 

Quais temas e mensagens sua história explorará?





5 comentários:

  1. Postagem muito boa, Vong! Eu não vou falar das mensagens por ser spoiler (tudo muito ligado com as conclusões feitas pelos personagens no fim de seus arcos), mas meus temas principais que faz um grude com todas as outras coisas é "liberdade" e "mudança". Se sabe, os clássicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Fim! Boa sorte com os temas e mensagens da sua novel.
      Abraços!

      Excluir
  2. O padrão de qualidade das postagens daqui nunca desaponta.
    Uso bastante as noções dos temas e mensagens para não me perder enquanto escrevo. Uma avalanche de ideias causa sempre um desastre se você não tem um tema central definido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio, Unknown! Esse é o caminho mesmo.
      Abraços!

      Excluir
  3. Suas postagens sempre ajudam. Obrigado!

    ResponderExcluir

Nosso Facebook!

Postagens Populares