Tecnologia do Blogger.

Nosso Twitter!

Comentários Recentes

Parceiros



Seguidores

Total de visualizações

terça-feira, 20 de julho de 2021

Seus personagens precisam de motivações

 

    Motivação é um troço complicado. Alguns dizem que é a força interna que leva alguém a algum lugar ou que é a tendência de alguém a realizar algo. Por mais que seja difícil colocar em termos teóricos o que é motivação, eu aposto que você se lembra claramente das motivações de vários personagens  com os quais já teve contato. Alguns deles têm motivações complexas, enquanto outros só querem salvar o mundo ou defender seus amigos. 

    Todo personagem tem uma motivação. Do contrário, a história não vai a lugar algum! Se a história avança pelo olhar do protagonista, o que acontece se ele não tiver motivação e ficar parado no mesmo lugar para sempre? Se não há motivação, não há narrativa. E se as coisas estão difíceis por aí, basta Ler Mais — a postagem de hoje foi feita para te ajudar a dar os primeiros passos no terreno das vontades.


A motivação liga os pontos


    Uma boa motivação é como uma cola muito potente para os eventos da sua narrativa. Sem um objetivo concreto estabelecido no início da história, sua narrativa se desenrolará apenas como uma sequência de eventos sem ligação entre si. Alguns deles são interessantes, alguns são chatos pra dedéu, mas todos eles ficam sem peso algum. É como se tudo ficasse sem propósito. As coisas não têm propósito porque seu protagonista não tem propósito. Caçar dragões pra quê? O dragão antigo morreu, mas por que isso seria importante? Uma guerra eclodiu no continente, mas o protagonista nem se importa com isso! Então por que o leitor deveria se importar também?
    Então quer dizer que toda novel precisa de uma razão pra acontecer? Sim, exatamente. Nem pense em começar a escrever sua história se não sabe sobre o quê está escrevendo. Pense, leia nossos outros posts. Ideias não sustentam histórias. Inspiração, talvez. Planejamento, com certeza. Se você tiver uma boa ideia de história que não envolva, em algum momento, a ação do seu protagonista sobre determinado objetivo, manda pra gente (ou poupe o seu tempo e o nosso evitando fazer isso, porque você será reprovado). Talvez o objetivo seja meio obscuro, mas eu te garanto que ele ainda estará lá
    Observe as obras que você já consumiu ou está consumindo. Pergunte-se: "o que esse protagonista quer?", "o que a está fazendo seguir em frente?",  "no final das contas, eles conseguiram o que queriam?". Esse tipo de questionamento poderá te ajudar a clarear as coisas sobre a origem e a utilização de uma motivação. Porém, se as coisas ainda estão confusas, eu vou te dar outra ajudinha agora.

Cinco tipos de motivação


    Primeiro, vamos lembrar que a motivação não deve estar escondida sob 30 camadas de narrativa. Deve ser uma motivação fácil de os leitores visualizarem. Não estou dizendo que os motivos que levam o personagem a desenvolver essa motivação não devem ser complexos, mas que a própria motivação deve ser específica e clara. Não tem como você esperar que seu leitor descubra magicamente os motivos obscuros e nebulosos que levaram seu personagem a se meter com a gangue do submundo para salvar toda a Inglaterra vitoriana de uma lula alienígena. Vamos com calma.
    De maneira geral, todos os personagens — não somente o protagonista , têm de ter motivos para agir no mundo. Se nenhum deles tem nenhum motivo para agir, então sua história não tem razão para existir também. Necessidades, desejos, medos, sonhos e ambições são ótimos pontapés iniciais para uma jornada. Normalmente, uma história começa de cinco maneiras diferentes.

A necessidade de vencer. O personagem é movido pela competição com outra pessoa ou por outra pessoa. Isso é bastante comum em obras infantojuvenis, como mangás shounen.

A necessidade de parar. O personagem é movido pela necessidade de parar alguém ou impedir algo ruim de acontecer, seja porque ele viu em uma previsão, profecia ou boletim meteorológico.

A necessidade de escapar. O personagem precisa escapar de uma situação, normalmente considerada ruim para ele. Pode ser sua vida monótona, sua vila ou o alto da torre na qual está preso desde sempre.

A necessidade de entregar algo. O personagem precisa entregar uma mensagem ou um item importante. Ou, ainda ele pode ter de entregar... a sua própria presença  ou a presença de outra pessoa.

A necessidade de recuperar algo. O personagem precisa recuperar um item mágico, um tesouro secreto, um amor há tempos perdido! Ou sua própria decência. 


E por hoje é isso! Você consegue pensar em exemplos para essas motivações? O personagem da sua novel tem alguma delas? Conta aí pra gente nos comentários!





    

0 comentários:

Postar um comentário

Nosso Facebook!

Postagens Populares