Tecnologia do Blogger.

Nosso Twitter!

Comentários Recentes

Parceiros



Seguidores

Total de visualizações

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Encontrando sua próxima história

Ter boas ideias é um processo complicado. Você até consegue umas e outras em um lampejo de inspiração, mas quando vai colocá-las no papel, percebe que tais ideias não eram tão boas assim. E lá vamos nós entrar no famoso bloqueio do escritor. Mas calma lá!

Existem algumas coisas que você pode fazer para facilitar a criação de novas (e boas) ideias. Se ficou curioso  ou está necessitado —, basta Ler Mais!




CONHEÇA SEUS GOSTOS PESSOAIS


    O primeiro passo para escrever algo que você goste é gostar do que você vai escrever. Parece algo simples, mas ter paixão pelos assuntos de sua história é essencial para continuar avançando neste mundo ficcional. Portanto, antes de ter ideias vagas sobre o que você poderia escrever, pense nas áreas do conhecimento que você mais gosta, nos seus hobbies e também em seus interesses pessoais. 

    Por exemplo, este redator que vos fala gosta bastante de:
  • Psicologia
  • Investigação
  • Steampunk
    Pensar no que te agrada é um jeito simples e eficaz de encontrar assuntos para sua história. Afinal de contas, ninguém merece pesquisar sobre assuntos que não lhe causam nenhum tipo de interesse. Muito melhor falar (e pesquisar) sobre o que você gosta.

UNIFIQUE SUAS IDEIAS


Agora que já sabemos o que nos interessa, podemos brincar um pouco com essas informações. A primeira coisa que podemos fazer é escolher uma dessas ideias e desenvolvê-la com base nas outras, explicando um pouco cada uma delas e tentando encaixar uma coisa na outra. Para isso, a melhor ferramenta são as perguntas. 

Escolha uma ideia e crie perguntas interessantes com base nela (e nas outras ideias). Pode parecer um pouco difícil no começo, mas eu garanto que fica cada vez mais fácil e divertido fazer esse exercício mental. Por exemplo, de acordo com meus interesses pessoais, posso pensar em perguntas como: 

  • Como seriam os criminosos de uma sociedade dominada por máquinas?
  • Como o conhecimento sobre a mente das pessoas seria útil para esse mundo?
  • Qual tipo de investigador essa sociedade precisaria (ou não precisaria)?

Com essas perguntas em mãos, está na hora de avançarmos mais um passo.

PESQUISE E PERGUNTE


Agora que já temos algumas perguntas na manga, podemos começar a fazer algumas pesquisas para clarear as coisas. Ainda que você goste de steampunk, pode não saber muito a respeito (o mesmo vale para qualquer outro interesse ou área de investigação que você tenha escolhido). Então, agora podemos nos aprofundar no que ainda não conhecemos muito bem e entrar em contato com informações que podem se tornar fontes incríveis de boas ideias.

Por exemplo, o steampunk é pautado na ideia de um passado no qual o futuro chegou mais cedo do que o esperado. A estética desse movimento é fortemente inspirado na Era Vitoriana (1837-1901), na Belle Epoque francesa (1871-1914) e na Guerra Civil dos Estados Unidos (1861-1865). Autores como Julio Verne e H.G. Wells ajudaram esse gênero a se popularizar. Em resumo, o steampunk trata de uma sociedade altamente tecnológica, mas que expressa essa tecnologia através de engrenagens e elementos a vapor. 

Agora que pesquisamos um pouco (com informações sintetizadas para manter a postagem curta)  podemos misturar nossas ideias com essas novas informações. Por exemplo:

Se o steampunk é baseado na Guerra Civil Americana, o que aconteceria se uma guerra civil fosse travada dentro de um país, mas um dos lados tivesse desenvolvido uma tecnologia secreta à vapor que possibilita a leitura de mentes?

Ou

O que aconteceria se uma equipe de detetives vitorianos começasse a ser substituída por máquinas que encontram e eliminam possíveis ameaças, mas tudo isso fosse uma conspiração governamental para conseguir recursos financeiros para um Estado quebrado?

 

E você pode desenvolver essas ideias de "E se?" para várias e várias outras. Faça uma lista delas e vamos para o próximo passo.




ESCOLHA E TESTE UMA IDEIA


É, agora é a hora de colocar sua ideia à prova. Escolha uma das suas ideias anteriores (aquela que mais te agradar) e vá em frente. 

Planeje cerca de 1-3 capítulos de teste: reúna informações sobre seu personagem principal, sobre os personagens secundários, sobre a trama, sobre a localização no tempo (quando) e no espaço (onde). Aliás, é muito importante que você também comece a pensar nos obstáculos da história: nos conflitos principais, secundários e nas viradas de roteiro. 

Uma vez que já tenha planejado o essencial da sua história, é hora de escrevê-la (e nem pense em enviar seu rascunho para o MLN, nós não estamos aqui para dizer se você deve ou não continuar a escrever isso)!

COMPLETE AS LACUNAS


Calma, eu sei que escrever histórias não é a coisa mais fácil do mundo. Mas ninguém disse que era. Se você encontrou alguma brecha no roteiro ou empacou no desenvolvimento da história, mesmo que tenha sido no planejamento, nada tema! Você tem todo o tempo do mundo para preencher essas lacunas.

Utilize as informações que você já pesquisou ou pesquise mais. Caso necessário, você pode criar eventos fictícios dentro da sua história, que explicam o que antes tinha um enorme furo. Nesta parte, você perceberá o que ainda precisa aprender para continuar sua história.

ESCREVA E REVISE


Por fim, escreva um rascunho da sua história. Um, dois, três capítulos que te esclareçam o potencial da sua história. Talvez você descubra que seu enredo não está tão bom ou que seus personagens estão planos demais. Talvez você perceba que sua história tem bastante potencial e te agrada bastante de escrever. 

Escreva, revise. Revise. Pesquise e veja se existem histórias muito parecidas. Então, você terá uma história que está prestes a tomar vida. 

Se isso não deu certo, volte para o início. Não tenha vergonha de descartar ideias: às vezes, uma ideia descartada pode te mostrar uma ideia com muito potencial, mas que estava sendo ofuscada por outra que se revelou não-tão-boa-assim.

Ficou com alguma dúvida, quer comentar alguma coisa ou simplesmente reforçar o quanto histórias ficam mais legais quantos menos coincidências houver? Para isso, pode usar nosso campo de comentários — sempre lembrando de ser respeitoso e legal com os outros colegas. E isso é tudo, pessoal!



0 comentários:

Postar um comentário

Nosso Facebook!

Postagens Populares

Receba nossas novels por e-mail!