Tecnologia do Blogger.

Receba nossas novels por e-mail!

Nosso Twitter!

Comentários Recentes

Parceiros



Seguidores

Total de visualizações

sábado, 2 de maio de 2015

Semelhanças e diferenças entre gêneros

Pesquisei "anime aventura" e saiu isso daí.

Yahoo! Sagami Riku aqui~

E a matéria que trago hoje é uma expansão da matéria trazida pela Kojima-kaichou há um mês. O tema é o mesmo, mas o assunto é diferente: escreverei sobre as semelhanças e diferentes entre alguns gêneros, e como os diferenciar. Lembrando que os gêneros que abordo aqui não são exatamente literários (a exemplo de ação e comédia romântica), mas sim alguns que considerei apropriados por serem mais simples e se encaixarem melhor no contexto das light novels. Esclarecido isso, vamos começar!


Ação x Aventura


Esses dois são gêneros muito próximos, visto que quase sempre estão acompanhados um do outro, mas há uma diferença fundamental entre eles. A aventura é um gênero que segue uma fórmula quase que prescrita em toda história em que ele esteja presente: deve-se haver um objetivo e um protagonista que deseja alcançá-lo, mas que, para isso, deva passar por um ou mais obstáculos/desafios.


Ou seja, a aventura é uma jornada, uma série de problemas que devem ser resolvidos pelo(s) protagonista(s) em prol de um objetivo maior. É claro que quase sempre há ação envolvida no processo, como cenas de perseguição, lutas e tudo mais, mas isso não é uma regra. O protagonista pode viver uma aventura espiritual ou emocional, por exemplo, que não envolva nenhum tipo de ação. 

Já a ação é diferente, o objetivo desse gênero é justamente causar adrenalina no leitor, com cenas agitadas, perseguições, lutas, tiroteios, etc. O foco da história é esse, e ela é movida por isso. Ou seja, não há preocupações quanto haver um objetivo a ser alcançado, pois apenas a ação importa. 

Comédia e Romance x Comédia Romântica


Comédia e romance podem estar presentes numa mesma história sem transformá-la numa comédia romântica. Primeiro de tudo, a comédia é um gênero voltado para o humor, que pode ser proporcionado por muitas coisas e ocasiões. O humor pode advir de diálogos, personagens, ocasiões inusitadas; enfim, o objetivo é fazer o leitor rir, nem que seja por dentro.

Já a comédia romântica é, obviamente, um subgênero da comédia, o que significa que o foco ainda é o humor, mas um humor específico, que é o proporcionado por cenas românticas entre dois ou mais personagens. Ou seja, todo o humor é causado por situações românticas; aqui, o romance é a base da comédia.


Concluindo, uma história pode ter comédia e romance como gêneros separados um do outro, sem um ser a base do outro. O humor da história pode não provir somente de situações românticas, como de vários outros fatores; e o romance pode acontecer separadamente disso tudo, sendo uma coisa mais “autossuficiente”. 

Fantasia x Sobrenatural


Assim como no caso da ação e da aventura, são dois gêneros muito próximos, pois tratam de coisas não naturais de nosso cotidiano; porém, os dois são distintos por um fator determinante. O sobrenatural é um gênero que tem como cenário o nosso mundo, onde as coisas acontecem normalmente, assim como na vida real. Porém, nesse mundo, nessa normalidade, há uma quebra, e é essa quebra que define o gênero sobrenatural. É quando algo fora do comum toma lugar na história, seja uma criatura, um lugar, um acontecimento ou o que for; algo sobrenatural invade essa normalidade do mundo real.


Já a fantasia passa-se num mundo diferente ao nosso, um mundo fantasioso e completamente ficcional, onde vivem criaturas estranhas e as coisas funcionam de modo diferente. É até capaz de esse mundo criado fazer parte do nosso, ou ser bastante próximo, mas sempre há algo que difere da nossa realidade. Ou seja, a fantasia é um gênero quase que oposto ao sobrenatural: no sobrenatural, algo estranho invade nossa realidade; na fantasia, algo ou alguém da nossa realidade invade um mundo estranho. São dois lados da mesma moeda; próximos, mas separados.

Terror x Horror x Suspense


Acredito que esses três gêneros foram considerados apenas um antigamente, mas, com o tempo, o conceito deles foi mudando, se diversificando. Alguns pensam que terror e horror ainda continuam sendo o mesmo gênero, outros acham o contrário. Mas, como eu gosto de dividir tudo direitinho e bem explicado, pretendo separá-los aqui, dividindo-os pelo tipo de sentimento eles causam no leitor.

Como já implicado, esses três são os mais próximos uns dos outros, e os que as pessoas mais confundem. Isso porque todos os três gêneros são, de uma forma ou de outra, focados num sentimento primordial do ser humano: o medo. A diferença está na forma em que eles abordam esse medo, e que lado desse sentimento tão profundo eles mostram. 

Primeiramente temos o terror, o mais clássico de todos eles, e também o mais “abrangente”. O terror foca naquele medo mais desesperador, mais agitado e frenético. Aquele que é causado quando um personagem está fugindo de um assassino, por exemplo, ou quando está preso numa casa cheia de fantasmas. É um gênero que trata de medos mais “cotidianos”, por assim dizer.


Já o horror aborda um medo causado pelo choque e, às vezes, por sentimentos como ânsia e nojo. O horror tenta fazer você imaginar coisas horríveis, e ter medo delas. Ou seja, é um gênero que testa seus limites sobre até onde você pode ir, o quão fundo você pode cavar dentro dos horrores que lhe são apresentados. Algumas vezes, esse gênero usa de coisas nojentas e escabrosas para causar puro nojo no leitor, mas isso é mais especificado em um de seus subgêneros, que é o gore.


E, por último, temos o suspense, que foca em um tipo de medo mais sútil, que brinca com a expectativa do leitor. Sim, a expectativa é fundamental numa história de suspense, pois seu propósito é de atiçar a imaginação do leitor. O suspense é sobre aquele medo que você sente quando um personagem está prestes a abrir uma porta onde você não faz a menor ideia do que se esconde por detrás dela. Ou seja, você sabe que alguma coisa de ruim está acontecendo, ou irá acontecer, mas não tem a mínima ideia do que seja, e a história faz o possível para que você pense nas piores possibilidades possíveis. 

* * *
Enfim, é isso, pessoal. Espero que tenha ajudado a esclarecer um pouco mais qual gênero é qual e quais são as semelhanças e diferenças entre eles. Talvez eu volte a tocar no tema de gêneros, mas isso fica para um futuro próximo.

Até a próxima~

8 comentários:

  1. Wow, muito bom, esse texto realmente serviu para clarear minha mente, a divisão de gêneros foi feita de uma forma que ficou extremamente mais fácil de diferencia-los, ótimo texto Riku :)

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário. Fico feliz que o texto tenha lhe servido de ajuda!

    ResponderExcluir
  3. Isso esclareceu bastante duvidas minhas.... Obrigado.

    ResponderExcluir
  4. Então o post serviu ao seu propósito, fico contente XD

    ResponderExcluir
  5. Realmente, eu tinha algumas duvidas (confundi horror e terror milhares de vezes, mas sabia que havia uma diferença entre os dois).

    ResponderExcluir
  6. ajudou muito!!... valeu mesmo

    ResponderExcluir

Nosso Facebook!

Postagens Populares